[Atualizado] Descubra agora 8 formas de se proteger na internet

DESCUBRA AGORA 8 FORMAS DE SE PROTEGER NA INTERNET

Violações de segurança cibernética foram e ainda são uma ocorrência regular. Por este motivo, precisamos sempre estar atentos às formas de se proteger na internet. Ainda mais neste momento onde houve um aumento pela demanda de e-commerce, a atenção às compras online e dados de pagamento devem ser dobradas.

Pensando em ataques cibernéticos, até mesmo Mark Zuckerberg — presidente do Facebook — é uma pessoa cuidadosa. Ao comemorar os 500 milhões de seguidores em seu perfil no Instagram, o empresário publicou uma foto em forma de agradecimento ao público. Porém, uma das coisas que mais chamaram atenção na fotografia foi o computador dele. A imagem mostrava que o laptop dele estava com a webcam e o microfone cobertos.

Pode até parecer exagero, mas Zuckerberg está muito certo em se proteger dessa maneira. Com o avanço tecnológico, os novos dispositivos como laptops, celulares e tablets, por seus vários recursos automáticos, são os que mais estão em risco de serem invadidos por softwares maliciosos.

Celebridades e pessoas públicas podem ser muito mais visadas nesse tipo de risco, mas nada impede que nós, pessoas comuns, sejamos alvos de hackers, como bem mostrou uma série da Netflix, que trata sobre tecnologia.

Pensando nisso, trouxemos algumas eficientes formas de se proteger na internet. Acompanhe!

 

  1. Não deixe a webcam ligada em desuso

A webcam é uma ferramenta poderosa que aproxima muito as pessoas e a auxilia muito em conferências. Entretanto, se ela não estiver em uso no momento, desligue-a ou de preferência, cubra-a para evitar que hackers tenham acesso às suas imagens.

 

  1. Não deixe o microfone do seu computador ligado

O mesmo vale para o microfone, seja ele um modelo inserido de fábrica em seu computador ou algum dispositivo externo que você tenha conectado.

Tudo que possa dar informações às outras pessoas deve ser bloqueado para não facilitar a vida dos hackers.

 

  1. Saia de todas as suas contas de e-mail e redes sociais ao terminar de usar

Esse tipo de descuido é muito comum, especialmente quando utilizados computadores públicos ou compartilhados, seja na empresa, na faculdade ou demais locais.

Se precisar logar suas redes pessoais em qualquer computador que não seja o seu, não esqueça de, no final, fazer logout de tudo o que acessou, não dando margem a outros usuários que de ter acesso às suas informações.

Um bom artifício para aqueles que têm o costume de utilizar o Chrome como navegador, é sempre acessar com a opção “nova janela anônima”. Esse recurso não deixa rastros e, consequentemente não arquiva suas informações como login e senha.

 

  1. Não divulgue informações pessoais na internet

É muito importante que ao acessar e navegar pela internet você não dê informações que possam ser usadas por estelionatários ou sequestradores.

Assim, evite dar o endereço de sua casa, seu número de telefone, número de documentos etc., especialmente em sites não confiáveis, como redes sociais, onde todos podem ter acessos.

Esse tipo de informações é confidencial e, por isso, só devem ser transmitidas para empresas sérias e em endereços que constem no início “https://”. Esse “S” significa que o site é seguro.

Ao comprar algum item no comércio eletrônico, insira dados de pagamento somente se o site tiver este protocolo de segurança instalado. Isso significa que seus dados estão seguros e criptografados, ou seja, caso ocorra algum vazamento de dados, suas informações estarão seguras.

Antes de efetuar qualquer pagamento online, verifique se o URL da página corresponde ao nome correto da empresa, pois há grupos de hackers que conseguem clonar páginas de forma a enganar os usuários.

 

  1. Crie senhas difíceis e mude-as periodicamente

Uma senha forte é uma das melhores formas de se proteger na internet, afinal é a barreira inicial para o acesso a qualquer site ou plataforma que você queira acessar.

Evite datas especiais, nome de familiares ou do animal de estimação ou demais palavras que possam ser facilmente identificadas. Dê preferência para a utilização de letras em maiúscula e minúscula, números e caracteres especiais.

Existem sites especializados para lhe ajudar nesse processo e até criar senhas aleatórias que possam não ser identificadas.

 

  1. Atualize o antivírus e faça uma varredura periódica em seu computador

Quando se trata de proteção contra vírus, malwares e hackers, os antivírus são a melhor forma de combate. Opte sempre por plataformas de qualidade que tenham boas ferramentas de bloqueio contra inimigos.

Nesse aspecto, os aplicativos pagos valem muito a pena por fornecer uma gama muito maior de proteção para seus dados e arquivos. E, afinal, quando falamos de proteção, todo investimento é muito válido.

 

  1. Tome cuidado com downloads

Em diversos sites que acessamos pop-ups com anúncios de ofertas e, especialmente, downloads inundam nossas telas. São assuntos de todos os tipos e com as mais bizarras opções possíveis. Apesar de tantas ofertas, tenha sempre muita atenção a esse ponto. Clique em baixar somente se tiver certeza de que aquilo é seguro.

Mesmo em sites confiáveis, é necessário ter muita atenção onde se está clicando. Muitas pessoas mal-intencionadas incluem “Cavalos de Troia” juntamente com links confiáveis, exatamente para você seja apanhado em alguma dessas armadilhas.

 

  1. Não instale softwares piratas em seu computador

Por fim, dê atenção a qualidade dos softwares que são instalados em seu computador, especialmente os que não são originais.

Aplicativos licenciados possuem garantia e suporte do fabricante contra riscos de invasão e problemas técnicos. Já os que são pirateados não terão esse tipo de resguardo. Por mais que muito softwares tenham um custo de assinatura elevado, é sempre importante levar em conta o comportamento seguro no ambiente digital.

 

Apesar de serem muitas as providências a serem tomadas para garantir sua segurança, todas são muito importantes e não devem ser negligenciadas. Seguindo essas dicas de proteção na internet, você evitará que invasores usem ou divulguem suas informações, e assim, estará garantindo uma navegação muito mais sossegada.

Gostou desse nosso post? Quer ficar sempre por dentro dos nossos conteúdos e receber as melhores dicas diretamente em seu e-mail? Então assine já nossa newsletter!



Comente via Facebook

Compartilhe: