Vigilância patrimonial motorizada: o que é e como utilizar?

vigilancia patrimonial motorizada

Em alguns casos, empresas dos mais diversos setores ocupam um grande perímetro. Isso é muito comum em indústrias, fabricas, usinas e até mesmo em condomínios ou organizações de ramos diversificados, por exemplo, faculdades e construtoras. Deste modo, surge a necessidade de utilizar uma estratégia de segurança que tenha a vigilância patrimonial motorizada.

O seu uso vai depender de uma minuciosa avaliação do local para determinar se, realmente, é necessário. Neste artigo você vai poder conhecer um pouco mais sobre a vigilância patrimonial motorizada e como utilizá-la corretamente.

Continue a leitura e confira!

O que é vigilância patrimonial motorizada?

A vigilância patrimonial motorizada é caracterizada pelo uso de veículos pelos vigilantes. Essa estratégia vai depender do perímetro que deverá ser protegido, normalmente, isso ocorre em locais de grande extensão. Sua principal vantagem é que ela permite que os vigilantes se desloquem mais rapidamente para verificar qualquer possibilidade de ocorrências.

Outro grande benefício é que com a vigilância patrimonial motorizada as rondas são feitas com maior facilidade e velocidade. Existem vários veículos que podem ser utilizados, os mais comuns são carros, motos, quadriciclos e segways. A escolha de qual é mais apropriado deve ser feita com base na tamanha área, topografia do local e a distância que ele percorrerá.

Normas para utilização desse serviço

Antes de contar com veículos para auxiliar a ronda dos vigilantes é necessário saber de algumas regras essenciais para esse serviço. A frota que será utilizada deve ser devidamente caracterizada para que seja de fácil identificação. Com isso, também se cria o aspecto psicológico, o que pode evitar a ação de pessoas de má intenção.

Para que as rondas sejam efetivas é importante que os veículos trafeguem em baixa velocidade. Assim, é mais provável que os vigilantes possam observar se existe algum movimento suspeito que possa originar uma ocorrência. Para contar com a vigilância patrimonial motorizada é fundamental que se estabeleça algumas bases para realizar paradas.

Normalmente, os pontos determinados são os mesmo que já existiam antes da implantação desse serviço. Quando o veículo chegar a esses locais os vigilantes devem desembarcar, deste modo, problemas relacionados a fadiga poderão ser evitados. Vale lembrar, o automóvel utilizado para ronda não deve fazer outro tipo de trabalho como transporte de materiais ou pessoas que não estão no serviço de vigilância.

Vale a pena utilizar?

Sim, mas antes de requerer essa função, é vital que se faça uma avaliação para determinar a necessidade desse serviço. A avaliação de riscos também pode ajudar na tomada de decisão e também é importante ter uma política de segurança perimetral definida. Outro ponto que deve ser ponderado é que vigilância patrimonial motorizada requer mais recursos como combustível e manutenção do veículo.

O serviço de vigilância patrimonial motorizada pode fazer toda a diferença para aumentar a sensação de tranquilidade dentro da sua empresa ou condomínio. Para obter bons resultados é indispensável contar com uma empresa que tenha uma frota que passe por manutenções periodicamente e que possua funcionários preparados e treinados.

A Globalseg é uma empresa que investe na qualificação de seus vigilantes para que eles possam oferecer um maior nível de proteção para o seu negócio. Faça agora mesmo um orçamento online e conte com o serviço de vigilância patrimonial.



Comente via Facebook

Compartilhe: