Saiba mais sobre o sistema de vigilância eletrônica em lojas

vigilancia_eletronica_lojas

 

Os sistemas de vigilância eletrônica envolvem: centrais de alarmes, controle de acesso, circuito fechado de televisão,  monitoramento de alarmes, entre outros

Escolher bem um sistema vigilância eletrônica e a empresa que vai prestar os serviços de instalação é fundamental para a obtenção de bons resultados. Na hora de escolher e de proteger o seu negócio, de nada adianta ter modernos equipamentos, se estes forem instalados sem qualquer critério ou comandado por quem não está preparado.

Neste caso, o sofisticado sistema de segurança não demorará muito para revelar-se num grande problema. E justamente para evitar isso, é fundamental que se realize um projeto de segurança que seja elaborado de acordo com as necessidades da cada loja, considerando suas especificações e particularidades.

Quais os principais locais que precisam de um sistema de vigilância eletrônica?

Principalmente nos grandes centros, a atenção e ações precisam ser redobrados para evitar transtornos. Diante do crescimento dos problemas sociais e econômicos e com as dificuldades enfrentadas pela segurança pública, a criminalidade ganhou força e ousadia. Por isso, investir em segurança se tornou fundamental, além de ser uma forma eficiente de evitar prejuízos. Isso pode ser inclusive recorrente, dependendo da localização da sua loja.

Na Globalseg a estrutura destinada à vigilância eletrônica envolve equipamentos de ponta, sala de monitoramento projetada para essa função e profissionais especializados nos procedimentos e rotinas mais adequados. É importante ressaltar que este recurso vem se destacando como um valioso auxiliar na proteção, seja pública ou privada. Com o auxílio da tecnologia eletrônica, câmeras de vídeo desestimulam ou denunciam ações furtivas em sua loja ou propriedade.

Como funciona o sistema de vigilância eletrônica?

Trata-se de um sistema preventivo. Os Circuitos Fechados de TV (CFTV), tem como principal objetivo auxiliar na identificação dos envolvidos e, justamente por isso, ajudam a inibir ações criminosas. Sistemas de monitoramentos funcionam, basicamente, através de sinais enviados por linha telefônica a uma central que os processa e registra.

Um bom projeto de sistema de segurança eletrônica é definido ao se realizar uma profunda análise de risco do local. É nessa fase que se considera as necessidades do cliente/loja. Caso essa análise seja superficial ou errônea, todo o projeto do sistema pode ficar prejudicado.

Quais os perigos de um projeto inadequado?

Na suposição de que a análise de riscos não seja bem realizada, o projeto poderá ser falho, sendo inadequado ao local, aos usuários ou ao tipo de atividade exercida. É de extrema importância que a empresa contratada para fornecer um sistema de vigilância eletrônica, relacione todos os pontos vulneráveis do seu negócio. Dessa forma, junto com o cliente, estuda-se o melhor projeto para o local.

Gostou desse nosso post? Quer ficar sempre por dentro de toda as novidades do nosso canal? Então siga nossa página no Facebook e acompanhe nossas notícias!



Comente via Facebook

Compartilhe: