Como funciona a teoria do triângulo do crime?

triangulo do crime

Na segurança privada é feito o uso de diversas teorias que auxiliam a evitar ações criminosas. Elas ajudam a expor os fatores que motivam o acontecimento de ocorrências indesejadas na sua empresa. A teoria do triângulo do crime é umas das mais utilizadas por órgãos públicos de segurança, como, a polícia militar e empresas de vigilância patrimonial.

A teoria do triângulo do crime tem com sua principal vantagem a simplicidade em seu entendimento e a relevância para evitar ocorrências. Por isso, preparamos esse artigo que vai explicar tudo sobre ela e como é o seu funcionamento na segurança privada. Assim, você pode fazer o seu uso para evitar diversos tipos de crimes.

O que é?

A teoria do triângulo do crime foi elaborada com o intuito de entender o que leva determinado indivíduo a cometer uma ação delituosa. Ela tem como função ajudar nas tomadas de decisão sobre a segurança de determinado local. É preciso realizar um estudo para levantar hipóteses que influenciam pessoas a fazerem ações criminosas contra o patrimônio. Para isso, é necessário considerar os aspectos mais importantes que interferem no modo como os infratores atuam.

Como funciona?

São utilizados 3 princípios para que a teoria do triângulo explique uma ação criminosa. Muitos especialistas acreditam que para que o crime ocorra é preciso de um provável infrator, uma vítima potencial e um encontro em um local não vigiado que dê a oportunidade para a ação. Deste modo, foram estabelecidos os princípios da técnica, motivação e a oportunidade para ação.

Quais são os elementos do triângulo do crime?

No tópico anterior foi possível ver quais são os 3 princípios que compõe a teoria do triângulo do crime. Agora você vai conhecer mais a fundo como funciona a técnica, motivação e a oportunidade de ação do criminoso.

  • Individuo motivado

Para o simples fato do crime existir é preciso que haja um indivíduo com desejo ou necessidade de praticar a ação. Em muitos casos, apenas a existência de um bem já causa a motivação para a infração criminosa.

  • Técnica 

O modo como o criminoso age para realizar a infração também faz parte da teoria do triângulo do crime. Exemplo disso são os criminosos que possuem habilidade para transpor barreiras, utilizar armas e fazer ameaças psicológicas.

  • Oportunidade

A oportunidade é quando o criminoso enxerga uma brecha que permita que sua ação seja bem sucedida. Uma rua com iluminação ruim, um portão aberto, muro baixo e lugares ermos podem ser oportunidades para uma ocorrência negativa.

Como evitar ações criminosas?

Para evitar que pessoas de má intenção causem prejuízos à sua empresa, é preciso estar atento a todos os fatores que citamos ao longo do texto. Fazer uma análise de riscos detalhada pode ajudar a entender se o seu negócio está bem protegido. Outra dica é contar com uma empresa que possa fazer a segurança do seu negócio e que diminua as possibilidades de crimes.

A Globalseg possui mais de 15 anos de experiência na área de vigilância privada e pode ajudar na proteção da sua empresa. Clique aqui e faça um orçamento sem compromisso.



Comente via Facebook

Compartilhe: