Plano de contingência: o que é e para que serve?

Plano de contingencia

Para obter o máximo de segurança em uma empresa o planejamento é fundamental. Por isso, é primordial contar com o plano ideal para cada situação que possa ocorrer no ambiente interno. Para as situações que acontecem de forma rotineira existem ações bem definidas, porém, isso pode não se estende em ocasiões adversas. Sendo assim, para que a empresa não fique desprevenida é utilizado um plano de contingência.

Com ele, a sua empresa fica preparada para agir em casos que fogem da normalidade. Você não sabe o que é o plano de contingência? Nesse texto vamos apresentar os principais conceitos e explicar quando ele deve ser utilizado na sua empresa.

Continue a leitura e entenda tudo sobre o plano de contingência.

O que é e para que serve?

O plano de contingência é um conjunto de ações alternativas que possuem caráter preventivo para a proteção da empresa. Ele é utilizado sempre que acontece algum evento que possa modificar a rotina das atividades de uma organização. Deste modo, caso ocorra algo que fuja da normalidade, a segurança não será comprometida e estará preparada para dar uma pronta resposta adequada e eficaz.

Nele são descritas todas as ações que devem ser realizadas nas adversidades que possam atrapalhar o funcionamento de uma empresa. O plano de contingência deve ser de pleno conhecimento dos funcionários e vigilantes. Além disso, é importante a realização de treinamentos para orientar a todos os envolvidos sobre as táticas que deverão ser utilizadas.

Quando usar o plano de contingência?

Como citamos no tópico anterior, o plano de contingência deve ser utilizado em situações adversas. Entretanto, uma dúvida pode surgir: quais são as situações adversas? Elas são fatos que podem atrapalhar o pleno desenvolvimento das atividades e não são rotineiras.

Para exemplificar, podemos apontar alguns acontecimentos como queda de luz, greve, alagamento, atentados, assaltos, acidentes, paralisações e falta de água. Para cada um desses casos devem ser criadas medidas para uma rápida ação, evitando prejuízo contra o patrimônio e a vida de pessoas.

O que deve conter no plano de contingência?

O plano de contingência deve conter repostas para dúvidas que possam surgir nos momentos em que ocorrem as adversidades. A primeira delas é tentar elencar as situações em que ele pode ser colocado em prática, por exemplo, queda de energia. Depois é preciso levantar os riscos que podem ocorrer em virtude desse acontecimento.

Feito isso, é preciso fazer o levantamento dos recursos que podem ser utilizados para evitar prejuízos e resguardar a vida dos funcionários. É necessário que contenha no plano quais recursos poderão ser utilizados para evitar ocorrências indesejadas. Após o final da situação adversa é preciso analisar os resultados e fazer os ajustes para melhorar as ações nos próximos casos.

Para que o plano de contingência seja efetivo é essencial que sejam executados treinamentos com a equipe de vigilantes e os funcionários da empresa. Assim, a chance que tudo ocorra como o planejado é relativamente maior.

Gostou? Não desse de assinar nossa Newsletter para receber conteúdos relevantes como esse.



Comente via Facebook

Compartilhe: