Níveis de segurança física: quais são?

Niveis de seguranca fisica

Para proteger pessoas e o patrimônio material de uma organização é importante que se invista em segurança física. Deste modo, é criada uma dificuldade para que possíveis invasores cometam delitos nas dependências da empresa. Os níveis de segurança física são importantes para uma estratégia de proteção, afinal, eles fornecem uma ajuda bastante eficaz.

Por isso, vamos apresentar nesse artigo quais são os níveis de segurança física usados para a proteção. Assim, você poderá analisar se a sua empresa está aplicando essa técnica corretamente. Você também vai poder ver um pouco dos conceitos e de como eles podem te ajudar a manter a sensação de segurança.

Continue a leitura e confira!

Conceito de níveis de segurança física

Muitas empresas fazem grandes investimentos para proporcionar bons níveis de segurança física. Afinal, essa é uma estratégia que traz bons resultados na proteção. Entretanto, poucas pessoas realmente conhecem os verdadeiros conceitos dessa técnica. Em poucas palavras, podemos conceituar que os níveis de segurança física é a colocação de barreiras ou bases em ordem crescente.

Com isso, podemos entender que quanto mais níveis sua empresa tiver, maior será a proteção. É importante ressaltar que essa estratégia é de grande auxílio, mas, sua eficácia pode ser comprometida se for ela feita sem a ajuda da vigilância patrimonial e da segurança eletrônica, por exemplo. Assim, é maior a probabilidade da sua empresa evitar ocorrências indesejadas.

Quais são?

Os níveis de segurança física são divididos em 5 principais partes, são elas: mínima, de baixo nível, média, de alto nível e máxima. Quanto mais graus de proteção a sua empresa tiver maior será a dificuldade que os invasores sejam bem-sucedidos. Para que você possa entender melhor vamos explicar mais detalhadamente cada um deles.

Segurança mínima

Esse nível é o mais simples entre todos os outros, ele visa combater a ação de pessoal não autorizado que atua de dentro para fora. São utilizadas portas, janelas, fechaduras, cadeados e trincos.

Segurança de baixo nível

Assim como o nível anterior esse também visa combater a ação de pessoas não autorizadas. Porém, existe um reforço para aumentar a proteção da segurança mínima. Alguns itens como grades, farpados e bloqueio de acessos são utilizados.

Segurança média

Nessa etapa a principal finalidade é impedir, detectar e avaliar qualquer ameaça externa que possa atentar contra a empresa. Para isso, é necessário que já existam os 2 níveis anteriores. São utilizados alarmes para detecção de intrusos, barreias físicas de no mínimo 2,5 acima das cercas e a utilização de vigilantes.

Segurança de alto nível

Para atingir um alto nível de proteção é necessário utilizar as medidas anteriores e adicionar elementos de apoio. É feito o uso de CFTV, alarmes monitorados, vigilantes armados, comunicação direta com a polícia e iluminação de proteção em volta do perímetro da empresa.

Segurança máxima

Na segurança máxima sua empresa precisa realizar de forma concisa todas as etapas anteriores. Além disso, é preciso ter profissionais armados 24 horas por dia para evitar que ocorrências aconteçam. Também é preciso ter um sistema de detecção múltipla, monitoramento remoto de todas as áreas e capacidade de reação para neutralizar invasores.

Com todas essas camadas de segurança a sua empresa ficará mais protegida. Para alcançar uma boa sensação de segurança, conte com uma empresa com mais de 15 anos de mercado. Clique aqui e faça um orçamento do serviço de Vigilância Patrimonial e aumenta a segurança da sua organização.



Comente via Facebook

Compartilhe: