Como mensurar a eficácia da segurança privada?

mensurar a eficácia da segurança privada

Os resultados da segurança privada, como de qualquer outra atividade, precisam ser analisados e mensurados. É importante saber medir o desempenho dos serviços prestados, assim, ajustes poderão ser feitos para manter e aprimorar os bons resultados.

Primeiramente, antes de analisar qualquer dado é essencial ter em mente o seu plano de gestão de processos. As atividades que estão descritas nele é que vão nortear a sua busca em entender os resultados gerados pelo serviço de segurança privada.

Para você mensurar os serviços de proteção da sua empresa, selecionamos algumas dicas importantes. Continue a leitura e confira!

Indicadores de desempenho

A melhor maneira de mensurar os resultados da segurança privada é fazendo o uso de indicadores. Através deles é possível comparar o que foi realizado com as expectativas e objetivos que foram previamente determinados. Eles ajudam o gestor de segurança a entender os resultados e criar medidas de correção, em casos de resultados negativos.

Tipos de indicadores

Existem dois grupos de indicadores que podem ser usados na segurança privada, são eles:

Indicadores de eficiência: são utilizados para medir se os recursos disponíveis para segurança estão sendo empregados de forma correta.

Exemplos:

  • Orçamento gasto / Orçamento planejado
  • Investimento atual em segurança / Investimento em segurança mês anterior
  • Gasto com equipamentos / Gasto com equipamentos no mês anterior
  • Rotatividade de pessoal / Rotatividade de pessoal no mês anterior
  • Combustível gasto / Combustível gasto no mês anterior
  • Gasto com hora extra / Gasto com hora extra no mês anterior

Indicadores de eficácia: mostram se a quantidade de serviços realizados foram o que estava sendo esperado no planejamento.

Exemplos:

  • Número de ocorrências / Número de ocorrências do mês anterior
  • Número de rondas feitas / Número de rondas planejadas
  • Número de não conformidades / Número de horas de rondas executadas
  • Número de entradas encontradas abertas / Número de entradas encontradas abertas no mês anterior
  • Número de postos de serviços ocupados / Número de postos de serviços ocupados no mês anterior

Indicadores de efetividade: medem os impactos causados pela aquisição do serviço de segurança privada.

Exemplos:

  • Número de furtos / Número de furtos no mês anterior
  • Número de incidentes de segurança / Número de incidentes de segurança no ano anterior
  • Número de reclamações / Número de reclamações no ano anterior
  • Número de roubos / número de roubos no ano anterior

Indicador de excelência: mesura o padrão de qualidade dos serviços prestados pela empresa de segurança privada. Também é conhecido como indicador de satisfação do cliente.

Exemplo:

  • Respostas dos clientes / Quantidade de clientes avaliados

É de suma importância fazer uma boa avaliação dos resultados obtidos por sua estratégia de segurança privada. Assim, a sua empresa terá maior chance de contar com um serviço cada vez melhor. Dessa forma, será mais fácil ver como o dinheiro do seu negócio está sendo bem investido.

Gostou desse post? Assine a nossa newsletter e receba um resumo mensal do que publicamos em nosso blog.



Comente via Facebook

Compartilhe: