Qual a diferença entre segurança patrimonial e vigilância patrimonial?

diferença entre segurança e vigilância patrimonial

Para ter maior sensação de proteção, diversas organizações buscam um serviço de segurança privada. Na hora de pesquisar sobre a contratação dessa atividade surgem várias dúvidas, que de certa maneira são comuns. Muitos termos podem ser confundidos, segurança e vigilância são alguns deles. Devemos ter em mente que os significados dessas palavras são diferentes. Para que você possa escolher bem no momento de contratar uma empresa de segurança privada, vamos esclarecer a diferença entre segurança e vigilância patrimonial.

O que é segurança patrimonial?

Segurança patrimonial é um grupo de medidas e práticas, tem como objetivo manter o patrimônio livre de interferências, perturbações e danos. Também tem a finalidade de garantir a integridade física das pessoas, assim como a do patrimônio.

O propósito principal da segurança patrimonial é prevenir e reduzir ao máximo o risco de perdas. Para que o serviço seja efetivo é necessário ter um planejamento completo, uma análise de riscos e profissionais treinados.

 Ao falar de danos podemos destacar roubos, furtos, incêndios, acidentes e qualquer outro evento que possa causar prejuízos para a organização.

As perturbações são ocorrências que ameaçam, alteram ou interrompem a rotina do local, elas também podem causar prejuízos financeiros.

Interferências também podem ser evitadas, em grande parte das vezes são espionagens, sabotagens, roubo de informações e atos de concorrência desleal. Qualquer ato que possa afetar o negócio da empresa.

O que é vigilância patrimonial?

É a prática que tem como objetivo assegurar a integridade das pessoas, podendo ser exercida em diversos ambientes. A vigilância patrimonial atua de maneira preventiva e sistêmica para proteger. Ela pode estar nas áreas rurais e urbanas, setores públicos ou privados e em condomínios e empresas. A vigilância patrimonial tem algumas formas de atuação, são elas:

Orientação: uma das principais atitudes deve ser a de informar, deixar claro como são as regras e procedimentos de segurança.

Averiguação: neste passo é conferido a estabilidade e o bem-estar do local, analisando qualquer indício de anormalidade na área.

Assistência: é qualquer tipo de auxílio prestado pelo vigilante, para pessoas da empresa ou visitante.

Advertência: é um aviso para aqueles que estão em alguma situação irregular, de acordo com as normas de segurança. Deve ser feito com o intuito de evitar ações indevidas.

Intervenção: o ato feito em uma situação que está acontecendo ou vai acontecer, tem o objetivo de controlar as ações do momento.

Registro de ocorrência: é a narrativa de todos os fatos ocorridos na empresa, o registro é feito pelo vigilante.

Para resumir, a segurança patrimonial é um conjunto de medidas e práticas e a vigilância patrimonial é a atividade exercida para a proteção. Ambas fazem parte de um plano de segurança privada, juntas são uma forte arma na prevenção de ocorrências criminosas.

A Globalseg é especializada no serviço de segurança privada, possuímos uma ótima estrutura, profissionais qualificados e tecnologia de ponta.

CONHEÇA NOSSOS SERVIÇOS DE SEGURANÇA PRIVADA



Comente via Facebook

Compartilhe: