Saiba qual é a diferença entre portaria e vigilância

diferença entre portaria e vigilância

Para aumentar os níveis de segurança da sua empresa você pode contar com vários serviços. Assim, a sensação de tranquilidade dentro da organização pode aumentar consideravelmente. Os serviços de portaria e vigilância são os mais comuns utilizados para a proteção. Muitas pessoas podem achar que eles são a mesma coisa, porém, existe diferença entre portaria e vigilância.

Para que você possa entender melhor, nesse artigo vamos explicar um pouco mais sobre as duas funções. Continue a leitura e saiba qual é a diferença entre portaria e vigilância.

O que é o serviço de portaria?

O serviço de portaria possui diversas funções para controlar a chegada ou saída de pessoas de um determinado local. Algumas empresas terceirizam esse serviço. Deste modo, elas podem gerar economia e ter um profissional experiente e preparado para essa função.

O porteiro é a peça mais importante do serviço de portaria, pois, ele fica responsável por diversas demandas. Abaixo estão algumas responsabilidades atribuídas ao serviço de portaria:

  • anunciar a chegada de visitantes;
  • receber encomendas;
  • distribuir correspondências (em caso de condomínios);
  • anotar recados e dar informações sobre o local;
  • transmitir possíveis reclamações.

Como foi visto acima, as funções do porteiro são restringidas a todas as possíveis entradas de uma empresa ou condomínio. É essencial que esse serviço seja bem executado, pois, na maioria dos casos o porteiro é a primeira pessoa que o visitante tem contato ao chegar na instituição.

O que é o serviço de vigilância?

A vigilância é um serviço que visa trazer segurança para a empresa em todos os seus ambientes. Diferente da portaria, existe uma legislação que regulamenta as instituições do setor e os funcionários que nelas trabalham. Os profissionais precisam passar por cursos e treinamentos em escolas autorizadas. Em caso de qualquer irregularidade a Polícia Federal pode aplicar severas multas para a empresa prestadora do serviço.

Em alguns casos a vigilância é feita de maneira ininterrupta, assim, são realizadas escalas entre os funcionários. Os vigilantes podem ser armados ou não, isso vai depender do estudo feito previamente e dos riscos envolvidos. Abaixo estão algumas funções atribuídas ao serviço de vigilância:

  • ocupar postos de vigilância;
  • realizar rondas;
  • proteger pessoas que estão dentro do ambiente;
  • proteger o patrimônio físico da empresa;
  • averiguar alarmes ou situações suspeitas;
  • intervir em ocorrências;

Os serviços de vigilância são totalmente voltados para a segurança e proteção das pessoas e do patrimônio. Por isso, é importante contar com uma prestadora qualificada para que as chances de acontecimentos indesejados possam diminuir.

E qual é a diferença entre portaria e vigilância?

A diferença entre os serviços são que na portaria as responsabilidades são de controle e recepção. Na vigilância o foco é na segurança da empresa como o todo. Vale lembrar, o serviço de portaria é exclusivo ao ambiente da entrada não se estendendo para as demais áreas da empresa. Por outro lado, a vigilância cuida da segurança de todos os ambientes.

É importante ressaltar que o serviço de vigilância é feito apenas por empresas autorizas pela Polícia Federal. Além do curso de formação, os vigilantes devem passar por reciclagem a cada 2 anos. Desta forma, o nível de remuneração é maior que a dos porteiros e, na prática, apresenta índices de turn over inferior.

Nos locais em que haja os dois tipos de serviços é imprescindível que a atribuição de cada função seja claramente definida.  Com isso, são evitadas contingências trabalhistas já que o porteiro não pode substituir o vigilante em caso de folga ou faltas. Vale lembrar, para usar colete e armamento balístico no posto de trabalho é funcionário da vigilância privada.

Entendeu a diferença entre portaria e vigilância? Não deixe de assinar nossa newsletter para receber conteúdos sobre o mundo da segurança privada.



Comente via Facebook

Compartilhe: